PROGRAMAÇÃO

Evento Especial
BLOOMSDAY 2020
33° EM SÃO PAULO

Evento Especial da Rede de Museus-Casas Literários


A ser realizado a distância e transmitido pelas redes sociais da Casa Mário de Andrade: Facebook

Terça-feira, 16 de junho, das 18h30 às 20h30.


“Juízo Final”


O Bloomsday, ou Dia de Bloom, que celebra a obra do escritor irlandês James Joyce e, centralmente, o seu romance Ulysses (cuja narrativa se passa em 16 de junho de 1904), focalizará em 2020 o sexto capítulo da obra, o Hades, no qual o personagem Leopold Bloom reflete sobre a vida e a morte durante o enterro de um amigo. 


O evento, que acontece desde 1988 em São Paulo, será realizado este ano em formato online, pela plataforma Google Hangouts Meet. O programa incluirá leituras de trechos do capítulo em vários idiomas, por diversos convidados, além de comentários sobre a história do evento, poesia (de Joyce e de Augusto dos Anjos) e música.


Programa


Coordenação e apresentação: Marcelo Tápia


Abertura: collage de cenas de filmes baseados na obra de James Joyce.


1. Evocação da Odisseia de Homero: leitura de fragmento do Canto XI (episódio do Hades), em tradução de Marcelo Tápia, pelo tradutor.


2. Leitura de excertos do capítulo 6 (Hades) de Ulysses, de James Joyce, em diversos idiomas:

Inglês, por John Milton.

Português (em tradução de Caetano Galindo), por Marcelo Tápia.

Francês (em tradução de Auguste Morel), por Eliane Fittipaldi.

Italiano (em tradução de Giulio de Angelis), por Aurora Bernardini.

Alemão (em tradução de Hans Wollschläger), por Simone Homem de Mello.

Hebraico (em tradução de Yael Ranen), por Moacir Amâncio.


3. Leitura do fragmento final do conto “Os mortos”, da obra Dublinenses, de Joyce, em tradução de José Roberto O’Shea, por Reynaldo Damazio.


4. Digressão brasileira: leitura de dois poemas de Augusto dos Anjos, por Donny Correia.


5. Leitura de dois poemas de James Joyce, em tradução de Rodrigo Bravo, pelo tradutor.


6. Canção de James Joyce: “Bid Adieu to Girlish Days” (em gravação), por Marcelo Tápia.


7. Leitura de trecho de Finnegans Wake, de Joyce, em tradução de Haroldo de Campos (Fragmento 6, “coveiro prematuro”), em inglês por John Milton, e em português por Julio Mendonça.


8. Exibição de vídeo sobre a história do Bloomsday em São Paulo (gravado em Google Meet, por Marcelo Tápia).

MAPA DO SITE

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
Consulte a Política de Privacidade para obter mais informações.

ACEITAR